terça-feira, 4 de maio de 2010

25 é o paraíso

Estava tão acostumada com o Saara no Rio, que quando fui na 25 de Março aqui pela primeira vez, não achei tanta graça.. Mas hoje vejo que é porque lá eu já conhecia tudo e sabia exatamente onde encontrar o quê.
A primeira vez que pisei na 25, só achei lojas de bijú. Quase morri de tanto andar e nada. Daí já voltei lá e aos poucos vou achando o caminho da mina...rs..
Ontem estive lá e fiquei menos de 2 horas e encontrei tudo que precisava. Até tecido por 7,50 o metro eu encontrei. Tudo ali pertinho da Ladeira, foi só sair do metrô e estava nelas.
Ah, descobri a loja do Fernando Maluhy, e quase infartei! Imaginem a cena: você entrando em um túnel branco, e do outro lado paredes e mais paredes de tecidoosss!!! Então, foi mais ou menos assim....rsrsr....
Mas como sou uma mulher prática e econômica (cof..cof...) levei só 3. O metro lá era 11,50, e eles vendem a partir de meio metro, o que é melhor, no meu caso.
Estive em uma loja de artesanato "Gaivota", recomendação da Desabafando e adorei, comprei mais umas coisinhas lá, inclusive mais uma tesourinha para facilitar meu trabalho no patch. Quando gosto de uma técnica, acho que vale a pena investir nela.. E eu como uni de vez agora as caixas com o tecido, tô igual a mosquitinho em pão-doce...hahaha...

Resumindo, na 25 (e adjacentes) se encontra de tudo! A gente só tem que saber onde ir, porque tudo é tão escondidinho... A diferença maior é essa, no Rio, as lojas dão direto para a rua e não tem prédios, aqui em SP não, é cheio de prédios, galerias e bequinhos.

12 comentários

Peia e Nêssa disse...

Aline,
Nó somos suspeitas para falar da 25, simplesmente adoramos. Acho que herdamos isso da minha mãe ela é rata da 25...tem até um caso engraçado "rapidinho"
Um dia nós fomos na 25 (Péia, eu e ela) e estávamos em uma loja vendo um monte de coisas legais quando olhei para minha mãe ela estava chorando, ai nós perguntamos o que foi, o que foi, foi assaltada??? e ela falou que estava chorando de raiva, pois estava sem dinheiro e não podia levar nada...hahaha
eita consumismo!!! hahahaha
foi muito engraçado.
Ah desculpe o livro.

Abraços.

Denise disse...

25 de março é o paraíso na Terra, menina. Eu amo e gostaria de morar aí pra ir sempre. Haja dinheiro pra gente comprar tudo o q gosta, né?
Beijos

Luiza Muniz disse...

Nossa não vou por aquelas ruas ha uns dois anos..saudades de ficar procurando coisinhas interessantes qdo morava em Sampa.

Bjs.

Desabafando disse...

Na 25 tem de tudo, só é preciso saber andar e procurar porque muita coisa não fica mesmo de frente pra rua. Que bom que aproveitou bem seu passeio, dá próxima vez vou contigo! rsrsrs...

E eu adorei isso do "mosquitinho" rsrsrs....tb ando assim viu?

duda lima disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
duda lima disse...

Aline,
pode parecer estranho, pois a gente nem se conhece, mas lembrei muito de você hoje. fiz uma aula de patchwork (igual a sua caixinha de matrioska), fiquei encantada com a técnica, trabalhosa, mas gratificante!
bjo

Marcia disse...

Aline, querida, sou simplesmente doida pela 25. Minha mãe, então, gosta de fazer trabalho de detetive lá: entra em cada prédio, em cada salinha, um sobe e desce sem fim. Amo a Fernando Maluhy e a Gaivota... sem palavras. Também curto muito o Rei dos Armarinhos e a Doural (essa última para satisfazer minha paixão por coisas de cozinha, rsrs).

Devíamos combinar uma excursão ;)

Beijoca.

** Dri ** disse...

Line!!! A 25 é tudo de bom!!!
Tenho parentes que vem de fora de Sampa só para vir na 25..
Podíamos combinar de ir juntas um dia e depois almoçar no Mercadão de Sp (é bem pertinho)...
bjokssss

Ana Carla Benet disse...

Mas me conta uma coisa, vale a pena sair do RJ pra ir até a 25 ? Tô pensando muito nisso ... dizem que tem um outro lugar próximo que tem uma feira maravilhosa, mas só abre depois de certa hora.

Bjo

Drix disse...

Aline
Aproveitou para comer um lanche de mortadela ou um pastel de carne seca no mercadão?
Eu amo ir lá!!!!
bjinhos
http://drixbarreto-drix.blogspot.com/

Luci Cardinelli disse...

eu ando com saudades de lá... qualquer hora apareço viu?

Arte e Artesanato disse...

Ai Aline, a única proximidade que tenho com a 25, é uma amiga que vai a S. Paulo de 3 em 3 mêses e ai aproveito para ela trazer algumas coisinhas pra mim...eu mesma nunca tive o prazer de conhecer pessoalmente, tenho até medo de ir lá e morrer de tanta vontade de comprar td, rsrsrs...Deve ser uma maravilha vc ter tanta opção, ja que aqui onde moro, oh céus! Um verdadeiro caos quando se trata de encontrar material de boa qualidade, aliás, até de péssima qualidade é difícil amiga,kkkkkkkk, serinho msm. Bjos.

Postar um comentário

^