sexta-feira, 16 de abril de 2010

A amizade...ah...

Amizade para mim é conquistada com o tempo, aliás, ela não é conquistada, é cultivada. E na minha vida muitas pessoas passaram e algumas ficaram. Me arrependo de algumas amizades que deixei que o tempo levasse embora. Porque a gente fica de ligar, e a outra pessoa também, só que uma semana se passa, e um mês, e quando você vai ver, se passaram 2 anos, e a pessoa sumiu, mudou de país, mudou de e-mail, ou até morreu...
Triste né?
A amizade, assim como o amor, suporta tudo, essa é sua prova. Não? Afinal, não há como ter alguém como amigo de verdade, se você não conhece seus piores defeitos, e os respeita.
Hoje em dia é tão difícil arrumar um amigo, e pensando com meus botões, acredito que eu saiba o motivo: o tempo. Como uma amizade exige tempo, e ninguém tem tempo a perder, logo, temos os amigos recicláveis, aqueles que vem e vão na velocidade da luz.... e quando se vão, nem deixam saudades....
Acredito, que para eu deletar um amigo do meu convívio basta apenas uma coisa: a mentira, aliás, duas, e a omissão; que para alguns é a desculpa da mentira.
Porque é como dizem... um vaso que se quebrou, jamais será um vaso inteiro.

10 comentários

Jéssica disse...

Algumas amizades nascem da distância :)
Ao contrário de muitas, a distância as vezes nos traz os verdadeiros amigos.

;)

Claudinéa Elias disse...

Engraçado, ja fui criticada muitas vezes por dizer exatamente isso, q qdo o vaso se quebra não tem como funcionar mais, assim tb é a amizade, qdo rola a primeira mentira se racha e não tem como recuperar.
Prefiro ser verdadeira e transparente, com minhas virtudes e principalmente meus defeitos, pq agente acaba melhorando ou ate mesmo deixando de tê-los qdo alguem q te ama te explica e te faz enxergar q aginde de tal forma vc será melhor.
Bjos
Adoro suas postagens.
Bjos
Clau

Paixão por Artes! disse...

Oi Aline, gostei muito do texto, e curto muito teu blog.
Sobre amizade... Acho que somos seres únicos, o que torna cada um de nós especiais. Amo ma vida intensamente, apesar de ser uma pessoa com tendÊncias melancólicas; mas uma coisa aprendi na marra: depois que o vaso quebra, vc tem duas opções; jogá-lo no lixo ou juntar os caquinhos e refazê-lo.
Eu prefiro sempre a segunda opção. Prefiro amizades que se mostrem defeituosas pois assim conheço a essência de cada uma; e ao contrário do que podem pensar eu GANHO com isso, pois sabendo que o vaso tem certa fragilidade, vc não sobrecarrega ele ok!
Tenho amizades "de vaso quebrado" que não troco por nada, sei que elas gostam muito de mim (já obtive provas) e os erros foram perdoados. Bom, pois sei até onde vai o limite delas.


Beijocas mil

Naty Young disse...

Oi, Aline.
Tudo bem?

Eu concordo com tudo que vc disse... Amizade é uma coisa muito dificil hj em dia. As pessoas, além da falta de tempo, estão se tornando cada vez mais individualistas, egoistas e, como eu posso dizer, querendo passar por cima das outras pra alcançar ao seus objetivos.

Acredito que a falta de tempo é uma coisa muito ruim. Neste mundo doido em que a gente vive, apressado, agitado, as pessoas não tem paciencia de tomar um café com vc. Sentar e jogar conversa fora.

A construção de uma amizade é uma coisa muito linda. Existe doação, entrega, e amor. Mas, concordo com vc que mentira e omissões não estão com nada.

Bom, saiba que gosto muito de vc.
Fico morrendo de inveja de não poder ir ao encontro que planejas. heheheeheheheheh
Só fico trsite que nunca mais te encontrei no msn.
Um beijão e um Lindo Findi.

Desabafando disse...

É, você tem razão. Eu não suporto mentiras e falsidade e no ano passado cortei algumas amizades por conta disso. Acho que a amizade deve ser cultivada sim e pelas duas partes. Não adianta só um procurar, ficar ligando...já tive amizades que morreram assim, porque só eu demonstrava interesse em cultivar.

Mas sabe que, por outro lado, tenho amizades que mesmo não vendo todo dia e frequentemente, são aquelas em que sei que posso sempre confiar e que sempre que nos encontramos é como se não houvesse distância e outros impedimentos porque nada muda o afeto verdadeiro.

Concordo com o negócio do vaso quebrado, pra mim tb funciona assim. Traiu a confiança uma vez, já era.

Mudando de assunto: estou morrendo de curiosidade pra saber sobre sua lembrancinha...rsrsrsrs...eu ainda estou indecisa.

Aline disse...

Jéssica,
Você está certíssima! As vezes precisamos nos afastar, para enxergar as verdadeiras pérolas!
Te adoro!!
;)

Oi Suzi!!
Eu não tenho essa facilidade para encarar e aceitar uma mentira de um amigo. Defeitos eu aceito, mas ser mentiroso para mim é falha de caráter, e aprendi que quem mente uma, mente duas vezes.
Não digo que "jogo fora o vaso", apenas perco um amigo, e ele vira um colega, um conhecido, sei lá.
Obrigada por comentar! Adoro ouvir opiniões divergentes e poder debater.
Beijoss

Meninas, obrigada pelos comentários, a presença de vocês é tudo!

Beijos

Denise disse...

Ainda bem q nosso vaso não há de quebrar nunca hehehe
:)
Te adoro, amiga!
Beijos

Luci Cardinelli disse...

O tempo realmente é um fator que afasta. Porém acho que temos que nos esforçar um pouco mais e conseguir um poquinho para mandar sinal de fumaça. Eu me ressinto muito das pessoas que somem de repente. Te conquistam, cativam e vão embora sem nem um tchau ao menos. Outra coisa que que muitas vezes estou procurando sempre e tenho pouca resposta, aí tem uma hora que cansa...
Confiança é super importante!

Bianca disse...

Concordo plenamente com vc... já tive muitos amigos "recicláveis", já tive amizades que considerava verdadeiras mas que com o tempo vi que não eram, e tb já me afastei de "amigos" cuja amizade só eu estava cultivando e no fim sofria com o descaso.
Tb, me arrependo muito de ter perdido algumas amizades simplesmente por ter deixado o tempo levar embora... hoje tento não deixar que isso aconteça.
Realmente amigos verdadeiros são um artigo raro hoje em dia...
E é estranho como existem pessoas que conhecemos há muito tempo e não passam de simples colegas, enquanto outras, que acabamos de conhecer se tornam tão importantes e até necessárias em nossas vidas!
Aline, adorei te conhecer pessoalmente! Pena que eu não possa ir ao encontro!
Um grande abraço!

Arte e Artesanato disse...

Oi Aline, primeiro quero te contar antes que alguém conte,rs...eu larapiei descaradamente seu texto la do blog da Clau, e ja que ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão(é o que dizem, né? rsrsrs), você me perdoa, n perdoa? É que n deu para resistir. Deixei até comentário no blog dela explicando, maaaasss...se vc n gostar é só falar que eu retiro viu? Bjos e linda quarta feira.

Postar um comentário

^