sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Os 7 Pecados Artesanais


Em um momento de pura falta do que fazer (digo, tinha muita coisa para fazer mas estava enrolando na net) Denise e eu, duas concurseiras dedicadíssimas, estudiosas e arteiras (=P) resolvemos criar os 7 pecados artesanais.
Oras, se já existem os 7 capitais, por que não os artesanais? Depois de muito matutar, eis a lista:
  1. Avareza: Querer ter tudo, ganhar tudo e principalmente participar de amigo oculto ou troquinha apenas visando seu presente, e mandar para a outra uma peça quebrada e ainda colocar a culpa no carteiro!
  2. Gula: Busca constante e incontrolável por tecidinhos, materiais diversos, tecidinhos, botões e tecidinhos.
  3. Inveja: Se irritar com o sucesso e as peças lindas de outra artesã. E ainda fazer macumba para que as clientes dela sumam, as suas peças caiam no chão e biquem o cantinho e seu computador dê pau, fazendo com que ela perca todas suas fotos.
  4. Ira: Querer pular do 20° andar depois de fazer alguma caca e perder um trabalho todo ou parte dele, ou ainda perder aquele material que esperava a hora certa de ser usado, e que estava guardado à sete chaves!
  5. Luxúria: É o apego e o desejo descontrolado por tecidinhos, a entrega descontrolada às compras em busca do prazer.
  6. Preguiça: Convencer a cliente a escolher algo "mais alegrinho" quando ela pede uma peça toda branca, pelo trabalho que dá pintar.
  7. Soberba: Achar que tudo seu é melhor. Não saber elogiar o trabalho da outra, fazer críticas menosprezando seu trabalho e ainda correr para casa e criar uma peça usando a idéia original da outra artesã e dizer que o seu ficou melhor.
Criado por: Aline Vachelli e Denise Brandão

**Meninas, caso queiram repassar os 7 pecados em seus blogs, favor não esqueçam de mencionar a autoria.**

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

À espera de uma caixa


Tinha esses apliques em MDF parados aqui em casa e não usava por falta de oportunidade. Até porque ultimamente reduzi bastante minha produção, para evitar acumular caixas aqui em casa. Faço agora por encomenda e quando quero criar algo novo, não mais para fazer um estoque.
É, porque no começo a gente se empolga e sai fazendo peças e acumulando materiais, caixas e consequentemente dinheiro.
Bom, o primeiro é um espartilho lindo que ganhei de uma amiga linda. Estava aqui parado tem um bom tempo. Forrei com um tecido de poá, colei uma rendinha embaixo e com um cordão fininho fiz o amarradinho do espartilho. Ao lado fiz um pingente que talvez eu coloque na caixa.
E o segundo é um conjunto de calcinha e soutien, em poá também (juro que não sou viciada em bolinhas) rosa e marrom. Colei rendinhas, fiz os lacinhos e sobre eles colei uma pedrinha de strass.
Agora só falta fazer as caixas. Mas isso já é outra história...rsrs...

Fiquem à vontade para sugerir temas, técnicas ou o que for para novas postagens, ok?

sábado, 21 de fevereiro de 2009

Carnaval!!!


Já escuto daqui de casa as batucadas, não sei de onde é, mas está animado...rs.. e eu com minhas malas prontas. Ficarei off até terça-feira.
Não estou indo curtir no meio do povão não, porque acho que já estou muito velha para isso...rsrs... brincadeira, é porque eu não estou a fim mesmo. Gosto quando é saudável, quando sei que não corro risco nenhum, como de engraçadinhos querendo "aproveitar" a festa ou estar em um lugar ou cidade super lotados, onde há fila até para comprar pão. Estou indo descansar, porque na quarta-feira de cinzas começo definitivamente meu ano, e estou cheia de projetos.
Ontem fiz uma compra boa de peças de mdf. Semana que vem apareço com novidades. Estou aqui também com muitos tecidinhos para serem usados. Incrível como isso vicia né? A gente compra, compra e continua comprando.
Ah! Amanhã faço aninhos!!! Sim, 25 anos de muitas alegrias e histórias para contar. Antigamente não gostava de fazer aniversário, ficava estressada, nervosa, de mau humor. Definitivamente não sei o motivo exato, talvez por todo mundo chegar com cara de "quem faz aninhos hoje???".. Mas hoje já vejo com outros olhos, aproveito bastante e onde vou pergunto se não há descontos para aniversariantes..rsrs... Aliás, faço isso no mês todo de fevereiro, sempre que me lembro, claro.

Bom carnaval para vocês!!! Curtam muito!!!
Abraços

*A foto é da praia de Itacoatiara vista pelo Costão. Niterói-RJ

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Pétalas de Rosas!!!


Pétalas de rosas são lindas e delicadas, tornam o trabalho único!
Estava olhando o meu arquivo de peças e achei esse porta maquiagens com pétalas. Para fazer não tem erro! Lá vão as dicas:

Você precisa antes de tudo desidratar as pétalas de rosas.
Faço assim: Retiro as pétalas, e vou colocando dentro de uma lista telefônica velha (pois esse tipo de papel absorve a água da pétala e não a embolora) vou colocando uma por uma bem esticadinha.
Fecho a lista e coloco bastante peso em cima.
Deixo ali mais ou menos 1 mês. Dá para perceber quando ela já está desidratada, ela fica quebradiça. Tem que manusear com cuidado.
Depois disso é só tirar e deixar dentro de um potinho.

Como fazer a caixa:

- Se as rosas são vermelhas, pinte a base da caixa de preto (onde irão as pétalas), isso se for cobrir toda a tampa. Se não for, pinte da cor que quiser fazer sua caixa. Não tem problema algum, apenas lembre-se que o fundo deve estar pintado. Pois assim, se ficar algum vãozinho sem rosa, não fica feio.
- Depois disso, vá colando uma a uma sobre a caixa com cola cascorez (se desejar, pode diluir um pouco). Tome cuidado pois a pétala é bem sensível. Passe a cola na caixa, ou na pétala, como preferir, mas não deixe cola sobrando na caixa. Depois de pronto cubra tudo com uma camada de cola diluída e depois de seco impermeabilize com verniz.

O restante da peça, faça como preferir. Nessa da foto eu fiz um falso mogno.

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Gaveteiro de borboletas


Como ainda estava apaixonada naquele tecidinho de borboletas acabei usando-o de novo! Eu aqui com vários tecidinhos na fila para serem usados e quando percebi já estava recortando o de borboletas, ai ai... Não pude voltar atrás, bem que tentei (ô se tentei).
Bom, estava com um gaveteiro encalhado. Ano passado comecei a fazê-lo e depois me deu uma preguiiiça. Fiz uma caca na frente das gavetinhas, passei pasta para modelagem.
Esses dias bati o olho nele e me veio uma brilhante idéia! Sim, pois meu problema seria: o que fazer com aquela meleca dura nas minhas gavetinhas? Almofadinhas!
Fiz assim:
Usei papel cartão, manta acrílica (2 camadinhas) e o tecido. Medi o papel, recortei e fiz um buraco onde entraria o puxador da gaveta. Fiz a montagem: papel, 2 camadas da manta e o tecido(foto). Virei de cabeça para baixo e encapei o papel com o tecido. Depois com a tesoura abri o buraco no tecido e na manta também. Fiz 3 almofadinhas.
Enquanto secava, pintei e lixei todo o resto de branco, gavetas e gaveteiro. O interior das gavetas forrei com tecidinho também. Mais pra frente posto um pap de como forrar.
Para finalizar colei as almofadinhas na gaveta, deixei secando sob uma bela arapuca (foto).
Coloquei os puxadores e encerei a peça. Embaixo do gaveteiro colei cortiça para proteger a peça. Recortei do tamanho exato da base.

Fiz uma montagem com algumas fotos que tirei durante o trabalho:

Gostaram?
Eu particularmente amo gaveteiros!!!
Bom final de semana!
=)

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Brincando com os botões!!!

Mais uma peça com os famosos botões forrados!!!
Quem começa a fazer sabe que não tem como fazer 1 e parar... a gente faz logo uns 100! Daí o jeito é inventar moda com tantos botões.
Daí me veio a idéia de fazer um quadro com eles! Comprei uma moldura com o centro rebaixado, e selecionei os botões, preferi colocá-los organizados por cores. Fiz a moldura em Pátina*. Depois foi só colar os botões.
Coloquei o quadro na parede do corredor, ficou lindo!


* Pátina: É simples fazer. Escolha dois tons de tintas. Pinte a peça com a 1ª cor. Lixe e pinte de novo. Passe cera em pasta na peça, não lustre, pinte a peça com uma demão farta da segunda cor.
Deixe secar bem. Depois com uma lixa, risque a peça onde desejar obter o efeito descascado. Finalize encerando e polindo a peça.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Porta Jóias com tecido e strass


Uau! Gente, estou radiante com essa caixa! Era tudo que eu vinha planejando des de o começo do ano. Esse ano pretendo me dedicar a fazer caixas usando tecidos.
Nessa peça, usei tecido na tampa e no interior, que foi todo forrado. Usei dois tipos diferentes que combinaram. Os botões forrados na frente da caixa foram forrados com o mesmo tecido da tampa. Não via a hora de usar esses botões, eles deram um toque a mais de elegância!
Na tampa colei strass de duas cores: lilás (médio) e cristal (pequeno). Quem me deu as dicas de onde comprar e como fazer foi minha amiga Denise.
No restante da peça fiz uma pátina provençal bem suave.

Dicas:

- Sempre meça o espaço a ser forrado, crie um molde de papel e risque-o no tecido.
- Antes de cortar seu tecido passe cola diluída com água em todo contorno e espere secar. Isso evitará que ele desfie ao ser cortado.
- Para colar o tecido use cascorez extra (rótulo azul).
- Se sobrar tecido nas beiradas, lixe com uma lixa de unha ou corte com uma tesourinha. Mas tome muito cuidado para não danificar a peça.
- Para colar o strass use cola para lantejoula.
- Use e abuse dos seus tecidinhos, botões, fitas e etc. Quanto mais original sua peça, mais linda ela será!

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Enfim, o revisteiro!

Ufa! Não vou dizer que foi fácil. Mas finalmente terminei meu revisteiro.
Bom, ainda não sei dizer se o mais difícil foi bolar uma arte para ele, ou se foi executá-la.
Resolvi ir fazendo aos poucos, para as idéias irem aparecendo. Como já sabia que iria querer ele em tom escuro, dei uma demão de preto nele todo. Para assim, já partir para a mais cruel de todas as tarefas: lixar! Não fiz tudo em um só dia. Para lixar levei 2 dias, isso porque já tinha levado 2 dias dando a base e mais uma semana descansando...rs... Como não estava com pressa, só pegava nele quando estava muito disposta.
Depois de ter lixado todo o revisteiro e mais umas 4 unhas fui em uma loja de tinta escolher o tom que iria pintá-lo. Queria marrom. Escolhi na paleta (ui, como essa parte foi boa!) o tom, e o vendedor preparou ali na hora.
Pintei ele todo com essa tinta, exceto a frente da gaveta e as grades do revisteiro.
Resolvi ousar e pintei umas florzinhas! Tirei o risco da net, passei para a gaveta com um carbono e comecei a pintar.
Para finalizar, caprichei no betume, pois achei que o marrom não tinha ficado tão escuro como eu queria. O betume, para quem não conhece, é um produto usado para "envelhecer" a peça, pois ele é preto e quando você passa ele mancha a peça, dando a impressão de ser desgaste do tempo. Só uso o betume em cera, diluo com um pouquinho de aguarrás.


Todas essas idéias foram surgindo aos poucos, assim como o puxador que resolvi trocar, achei em uma loja no Rio um de metal, e deu outro ar na peça.
Ainda estou na dúvida se deixo na sala ou no atelier. Por enquanto está no atelier.
Adorei ver o resultado final! Toda hora vou ali dar uma namoradinha nele! rs...

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Falso Couro Argentino


Vou passar para vocês hoje uma técnica que adoro. Além de ser gostosa de fazer, a peça fica lindona!
Vamos aos materiais:

*Peça em MDF (sugestão: Maletinha ou baú)
*Pincél largo e pincél liner
*Cola Cascorez
*Papel pardo (aquele amarelo)
*4 tons de tinta: Creme, marrom escuro, avermelhado(telha) e verde musgo. (Esses são tons sugeridos, você encontra nas lojas com nomes variados)
*Betume em cera
*Aguarrás
*Lápis e borracha

Comece picando o papel pardo com a mão, e colando sobre a peça. Coloque sempre uma beirada sobre a outra, para que crie um relevo e dê o efeito do "couro".
Cubra a peça toda assim. Deixe secar.
Lixe se houver sobras nas beiradas da peça. Passe revendo a peça toda, para que nenhuma pontinha fique solta e não comprometa no acabamento final.
Risque a peça com o lápis, criando "retalhos". Faça com que os riscos da tampa sempre acompanhem os da base.
Pinte esses retalhos cada um com uma cor diferente, vá intercalando para que nenhuma se encontre.
Depois de seco faça pespontos em volta dos retalhos em forma de "x" curvado. Para isso misture um pouco da tinta creme com a tinta marrom, apenas para se obter um tom diferente e não ficar apagado o pesponto.
Para finalizar coloque o betume em um potinho e pingue aguarrás, apenas para umedecer o pincél. Não deixe ralo e nem seco demais. Passe em toda a peça com abundância e logo em seguida passe um pano em cima para retirar o excesso. Deixe secar bem e lustre.
Pinte a parte de dentro como preferir.

*Para incrementar coloque na peça fechos, cantoneiras ou alças de metal. Isso valoriza muito seu trabalho!
*A técnica pode ser feita apenas na tampa de uma peça, não necessariamente nela toda.
*Sempre cuide para que o acabamento final fique impecável.
*Onde for feita a técnica, não há necessidade de uma preparação da peça, apenas limpe e já começe a colar os papeizinhos.

Boa arte para vocês!!!
^