sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Quem lê viaja

Plagiei uma propaganda antiga nesse meu título né? Foi mais forte do que eu. Eu juro.

Todo dia quando entro no meu atelier, olho para o lado e dou bom dia para as 5 peças que comecei a fazer e ainda não terminei. Mas prometo que termino até o dia da mudança!
Mas sabe o que isso me lembra? Um livro que comecei a ler no dia 22 de fevereiro desse ano e só terminei 19 de outubro, é, na segunda agora. Poxa, esse foi difícil de ler. Mas não desisti, porque livro inacabado para mim é como peça inacabada. Me incomoda até que eu termine.
O livro se chama "A menina que roubava livros" de Markus Zusak. Já tinha ouvido muitos elogios a seu respeito, mas ninguém chegou a descrevê-lo ao certo, daí, a empolgada aqui resolveu que iria lê-lo.
Ele conta a história de uma menina alemã que viveu de perto os dramas da segunda guerra mundial. Acho que por ser um livro triste, e sem muita ação e suspense, demorei tanto para terminar. Lia 15 páginas e já ficava com sono. Ó vida.
Mas eu tenho que dizer aqui, que não me arrependo de ter lido. A maneira como a inusitada narradora descrevia os fatos era fantástico e isso faz com que você veja de uma maneira diferente cada situação do dia a dia, mesmo lhe parecendo repetitiva.
Recomendo!

Durante esse tempo, li um outro chamado "Paixão emagrece, amor engorda" de Sonia Hirsch. Esperava bem mais dele, não me surpreendeu muito não. A autora leva os capítulos como se fossem postagens de um blog, isso eu achei bem legal, porém ficou devendo um pouco mais no conteúdo em si.
Mas uma coisa não posso negar, ela dá umas diquinhas ótimas de cozinha.

E nessa semana mesmo já fui em uma livraria à caça de outro livro. Fui logo na mesa dos mais vendidos, corri o olho e parei no " Para sempre Alice" de Lisa Genova, ele me chamou a atenção. Peguei ele e continuei andando, faço como em locadoras de DVD, vou catando os que me interessam, leio seus resumos e no final seleciono apenas 1. Vi alguns outros, mas acabei levando esse mesmo.
"Para sempre Alice" é um romance que trata de uma doença severa, silenciosa e muito triste. O Alzheimer.
Prometo que volto para contar o que achei do livro. Mas ó, como vocês já me conhecem, posso voltar mês que vem, ano que vem ou só Deus sabe quando...hahahaha... Brincadeira, esse já vi que vou ler rapidinho.

Ah, duas considerações: Não gosto de pesquisar sobre qualquer livro antes de lê-lo, não gosto de ler críticas e opiniões. Pois acho que cada um, com sua bagagem de vida interpreta cada livro de um jeito e o julga bom ou não de acordo com o seu momento.
E segundo, uma das coisas que me dão muito prazer é passear por livrarias, folhear vários livros, ir a todas as seções e de preferência sair com algum debaixo do braço. =)

Tenham um ótimo final de semana.

11 comentários

Ge Rocha disse...

Aline, esse primeiro livro tbm está na minha lista de leitura, mas antes tbm tenho uns pra acabar de ler. Agora, esse último que vc comentou eu achei interessante demais, tenho lido muito sobre a Alzheimer, fiz um trabalho no mestrado esses dias a respeito desse tema, o livro deve ser bacana, leia e nos conte depois.
Boa leitura e bom trabalho.

Luziane Brock disse...

vi link do seu blog no blog da marcinha
e adorei!
vou te seguir e te linkar la no meu blog... se quizer conhecer
beijos MAlu
Malukreando

Nani Veiga disse...

Eu também amo ler,é um viagem maravilhosa e sem sair o lugar...
Beijos

Denise disse...

Que bom q vc achou q o livro valeu a pena, amiga :)
Ler é bom demais, a gente sempre aprende algo.
Tb adoro passear em livrarias, fico horas e horas.
Beijos

Michela disse...

Oi aline obrigada pela visita no meu cantinho!!
O seu blog é muito show!adoro seu jeito de falar ou melhor escrever!rs...Apareça mais vezes e boa mudança!!

Desabafando disse...

Eu tb faço igual vc (no seu último parágrafo). Gosto de ir na livraria, ficar fuçando, lendo contracapas em busca de algo que me chame a atenção. Eu li o primeiro e simplesmente amei! Fui um livro que me prendeu nele..rsrsrs...

Andréa Brandão disse...

Oi, Aline!
Tbm não costumo deixar livro pela metade e normalmente devoro-os rapidinho, mas "A menina..." foi difícil para eu terminar também (embora não tenha levado mais que 30dias!!! rsrsrsrsrs)

Ao contrário de você costumo comprar pelo menos 6 de cada vez, uma vez que compro pela net (aqui em minha cidade não tem livraria!)

Logo após esse, li Comer, Rezar, Amar = DIVINO!!!


Beijos,
ótimo FDS!

Fla disse...

Eu amei este livro (A menina...), achei interessante demais por ser a Morte a narradora. Li num tapa...rs.
Agora eu tô lendo o tal do Comer, Rezar e Amar, e nossa, não consigo dar continuidade, é muito cansativo.

Esse ultimo sobre Alzheimer eu não conseguiria ler. Minha avó teve esta doença e ainda tenho lembranças muito fortes, mas deve ser lindo.

Beijos

Luci Cardinelli disse...

Eu gostei muito da Menina e li bem rápido. Porém se eu começo a arrastar num livro, não tem jeito, desisto. Não consigoler algo que não me conquista.
Adoro uma livraria e quando vou a Bienal do Livro é um estrago nas finanças.
O livro que estou lendo escolhi de uma forma bem diferente. Quando vi que foi traduzido por Carlos Drummond de Andrade peguei logo pois pensei: não pode ser ruim. O livro se chama Fome. Tem uma pilha esperando por mim e não tenho lido tanto como gostaria.

beijoo

Fernanda disse...

Olá, é a primeira vez que entro aqui no cantinho dos pinceis, e adorei! Achei bem cativante e fiquei apaixonada pelo cantinho novo e mais moderninho...ainda bem que vc não se desfez da mesinha de madeira, fiquei apaixonada!Bem, eu tb estou com dificuldades de terminar "a menina que roubava livros", e tb sou fã de livros e tenho certeza de que vc irá amar "comer, rezar e amar"! vale a pena

Aline disse...

Oi Fernanda!!
Obrigada pela visita!
Você não é a primeira pessoa a me falar desse livro! Preciso dar um jeito de comprar um para mim..rs... obrigada pela dica!
Beijos

Postar um comentário

^