segunda-feira, 16 de março de 2009

Acabamento e apresentação

Quem faz artesanato para vender deve cuidar muito bem do acabamento e da apresentação do produto. Mesmo quem não faz para vender deve cuidar, porém, se você vai vender os cuidados devem ser em dobro.
É muito chato você comprar uma peça artesanal e no dia seguinte ela descolar, desmanchar, ou qualquer coisa do gênero que possa acontecer com seu produto, e por isso mesmo você deve testá-lo algumas vezes antes de por à venda.
Para quem faz caixas, como eu, os cuidados devem ser principalmente no acabamento:

- Lixar bem a peça, para que ao passar a mão ela não esteja áspera, ela deve ser sempre lisinha e sem a possibilidade nenhuma de "arranhar" o cliente. Acreditem, muita gente não se preocupa com isso! Simplesmente pulam essa etapa, ou a fazem mal feita, já cansei de me deparar com peças assim, e se eu fosse uma compradora, com certeza pensaria duas vezes.
- Pintar todos os cantinhos da peça e principalmente a parte de baixo. Já me perguntaram uma vez: Por que eu preciso pintar a parte de baixo se ninguém vai ver? Engano seu, como no bordado, onde as mais conhecedoras viram a peça para ver se o avesso está perfeito, assim as pessoas viram sua peça, abrem, desmontam, só para terem certeza que você fez bem feito.
- Não deixe sobras. Esse conselho vai para quem usa tecido, nada de deixar rebarbinhas sobrando nas beiradas, tudo deve estar bem rente e bem colado.
- Se for colar ou pregar qualquer coisa na sua peça, certifique-se que ficou bem seguro de não cair. É chato demais a pessoa chegar em casa toda feliz com seu produto recém adquirido e ele começar a desmontar. Use sempre colas boas e específicas para cada material. Essa dica também vale para quem faz bijús (já me cansei de comprar brincos e perder as pedrinhas); colares, pulseiras e chinelos de tecidos; etc.

Quanto a apresentação, apesar do acabamento ser quase 100% de uma apresentação, tem alguns detalhes que não podem ser postos de lado. Como:

- Se você vai expor seus trabalhos em feira , pense em arrumar seu espaço distribuindo bem as peças que tem, não use toalhas coloridas para forrar a mesa (ou barraca), escolha uma toalha que tenha uma cor só, para não poluir o visual. Separe suas peças por categorias e se possível por cores, assim o cliente pode ter uma visão melhor de tudo.
- A embalagem enche os olhos do cliente! Capriche em sacolinhas de papel, laços, fitas, cartões, etiquetas, tudo para ele se sentir mais especial. E cá pra nós, nada mais gostoso que comprar algo artesanal, que venha em uma embalagem artesanal feita com capricho e cuidado. Nada de usar aquelas embalagens feias (geralmente sacos prontos), industrializados, com aqueles desenhos horripilantes, pelamordedeus! Use da criatividade e crie algo só seu!
- Para finalizar, se você vende pela net, capriche na foto! Faça sempre fotos bem focadas, onde o cliente possa ver bem o produto, arrume o espaço, coloque uma toalha ou tecido bem bonito sob a peça, coloque objetos de sugestão para que a cliente saiba e tenha idéias de como usar aquela peça, decore! Mas não se esqueça da dica 1, nada de poluir o visual! Crie um cenário "limpo" e agradável.

Espero que essas dicas sejam úteis e lhes tragam boas vendas!

3 comentários

Priscila disse...

Ótimas dicas Aline!!!
Bjs...

Denise disse...

Ótimas mesmo!

Luci Cardinelli disse...

Ah fazia tempo que não vinha por aqui... Ótimas dicas Aline.
Vc falou sobre o avesso do bordado.. Minha mãe era costureira e eu também bordo. Ela sempre disse isso que a primeira coisa que a pessoa fazia era olhar o avesso. Realmente um trabalho bem acabado vale por dois.
Minha prima ganho uma caixa de decoupage que não era pintada por dentro e uma amiga ganho uma que o fundo era todo borrado como colocada na mesa suja d e tintas... isso acaba com o trabalho.
Concordo totalmente com vc, acabamento é impresindível.

bjusss

Postar um comentário

^