segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Falando de Materiais... Parte I


Vou falar um pouco dos materiais que julgo indispensáveis no artesanato em madeira. Espero poder ajudar novas artesãs com essas dicas, para que assim não gaste todo dinheiro inicial com materiais supérfulos, fazendo com que desanime rápido.
Antes de começar quero deixar claro que não recebo comissão de nenhuma marca, rs.. Apenas tenho as minhas preferidas.
Dividi esse assunto em 4 partes, hoje falarei da primeira.
Pincéis!
Uma das maiores dúvidas é com relação aos pincéis. Sempre que me perguntam, eu respondo que para começar são necessários 3 pincéis e 1 rolinho.
Pincél largo e macio, esse é usado para a pintura em geral. Ele deve ter a largura ideal, ou seja, o número 16 ou 18. As cerdas devem ser macias. Gosto do Condor 424 nº16, com pêlos sintéticos. Mas para saber se ele é bom, basta passar a mão pelas cerdas, você sente se é macio ou não. A escolha errada do pincél, compromete todo o trabalho. O barato acaba saindo caro.
Pincél chanfrado, é o que tem as cerdas em diagonal, usado para fazer sombreados, pintar em locais difíceis onde o seu 16 não alcança, e para fazer alguns detalhes. Procure por cerdas macias também. O número vai depender das peças que irá fazer, peças maiores, o pincél deve ser maior, e assim vai.
Pincél linner, tem poucas cerdas e é fino, esse é usado para fazer pespontos, assinar nomes e complementar algumas técnicas. As cerdas devem ser macias também e o tamanho depende do trabalho a ser realizado.
Rolinho de espuma, ideal para pintar grandes superfícies. Economiza tinta e poupa trabalho, pois é rápido. O tamanho médio é o ideal e é importante que o suporte que prende o cabo a espuma seja de metal. Pois, da maior firmeza ao trabalho.
Lembrando que, esses são os pincéis indicados para quem pinta madeira, faz decoupagem, e trabalha com diversas técnicas, não incluindo bauer e country, pois para essas é necessário mais pincéis.
Aos poucos, e a medida que for precisando, você vai aumentando seu leque de pincéis.
Lembre-se de cuidar muito bem deles! Acabou de usar, lave em seguida. Não deixe restos de tinta nele, não deixe ele de molho na água, a não ser que seja só por uns minutos. Lave com sabão neutro, pincelando a mão, e nunca batendo ele com as cerdas para baixo. Seque e deixe ao ar livre enquanto úmido virado com as cerdas para cima.

5 comentários

RC Artesanatos disse...

eu me chamo claudia,nunca pensei que poderia encontrar pessoas que ensinase passos desse tipo pois o que vc faz não é so ensinar é abençoar quem precisa de ajuda e não pode no momento estar pagando um curso quero fazer igual a vc pois sei que Deus nos abençoa para nos abençoarmos outras pessoa tbm gosto muito de vc e da Luci.bjos

Aline Vachelli disse...

Oi Cláudia!
Obrigada pelo carinho!! A idéia é essa mesmo, cada uma ensinar que sabe! =)
Um grande beijo

Michela disse...

Nossa Aline obrigada pelas dicas Que Deus te abençoe grandemente! como disse nossa amiga Claudia não é qualquer pessoa que faz isto não, olha que coisa maneira neste dia que vc fez esta postagem eu estava na maternidade sentindo as dores do parto e recendo minha princesinha e agora estou de licença maternidade "prolongada" e não posso fazer cursos vc esta me ajudando muito! Obrigada

Eunice disse...

Adorei as suas dicas.
Que Deus te ilumine sempre.
Sorte e sucesso pra vc!!!
Bjs

Mylinha disse...

Aline querida, to apaixonada pelo seu blog e pela sua simplicidade no ensinamento, o que é raro hj em dia, principalmente para quem está começando, assim como eu. As dicas, principalmente essa dos pincéis me ajudaram muito e com certeza o barato sai caro, pois eu mesma comprei um pincel que soltava as cerdas na hora de pintar, já pensou???
Obrigada viu!!!!

Postar um comentário

^