segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Craquelando


Craquelar é bom e não tem segredo! Basta escolher os materiais certos ao invés de cair na tentação e sair comprando o que achar pela frente.
Muitas pessoas chegam em mim e perguntam: "Comprei tal material para craquelar, como faço?"
Quer me matar de raiva é me fazer essa pergunta!!!
Não seria mais fácil, chegar e perguntar o que comprar para craquelar? Há no mercado inúmeros materias para esse fim, e como já disse aqui, não trabalho com todos os materiais que existem, tenho os meus preferidos.
Bom, depois desse desabafo, que só teve por finalidade abrir seus olhos (coisa que a vendedora da loja não o fará, e sim fará com que você compre metade da loja hoje e volte amanhã para buscar o resto) vamos à técnica!
Craquelo de duas maneiras: Com vernizes (kit) e com a tinta craquelê
O craquelê com vernizes é ótimo e não tem erro, a superfície fica lisa, ao contrário do craquelê com tintas, onde a superfície fica "crespa". A escolha entre as duas opções depende exclusivamente do seu gosto e do resultado que deseja obter.

Craquelê com vernizes
Sugestão: Kit craquelê da marca Daiara, cor: Incolor

Você utiliza craquelê incolor quando quer craquelar sobre alguma gravura, e se desejar pode realçar os cacos no final com cera dourada.
Sugiro o incolor, pois além de poder ser usado sobre gravuras, você pode tingir pequenas porções na cor desejada e fazer um craquelê colorido. Utilizando assim o mesmo kit para trabalhar de diversas maneiras.

Pap da caixa acima: (com o kit)
Pinte a caixa de vermelho, lixe e dê outra demão.
No kit vem 2 componentes, que são: Base e craquelador.
Agite o verniz base e dê uma demão sobre a peça. Deixe secar e dê mais uma demão.
Pegue o verniz craquelador, sem agitar, e despeje um pouco (o quanto achar necessário para pintar a peça em questão) em um potinho. Coloque um pouco de tinta preta (usei mais ou menos 1 colher de sopa) e misture devagar. A quantidade de tinta nunca deve ser maior que a de craquelador.
Aplique na peça essa mistura.
Atenção: Para ter cacos maiores aplique uma demão farta, e para cacos menores uma demão mais fina. Não volte retocando a peça.
A medida que for secando, vai craquelando. Em nenhuma das etapas use secador de cabelos.
Se for usar incolor faça a mesma coisa, porém sem tingir o craquelador.

Craquelê com Tinta
Sugestão: Tinta craquelê da Acrilex na cor desejada

Pinte a peça com a cor de fundo desejada, lembrando que essa cor deve contrastar com a tinta craquelê comprada. Lixe e dê mais uma demão.
Passe cola cascorez pura em toda a área onde será feito o craquelê. A superfície deve ficar branquinha, porém não pode estar escorrendo cola. Deixe secar até ficar transparente.
Abra a tinta craquelê e misture ela com o cabo do pincél. Misture bem! Aplique sobre a peça.
Dicas: Para ter cacos maiores, aplique maior quantidade de tinta. Para cacos menores, menor quantidade. Sempre passe o pincél aleatoriamente, nunca na mesma direção, isso deixará seu craquelado mais bonito. Nunca retoque a tinta, passe e continue. Para agilizar pode usar o secador de cabelo na tinta já aplicada.

Ufa! É isso! Espero ver lindos craquelês!

4 comentários

Adriano disse...

Craquelê...técnica show!
Fica realmente muito bonito, e o mais legal é quando é "transparente"...

Sucesso!
Bjs...

Artes e Manhas disse...

Muito bonita tua caixa craquelada!
Eu tenho muitas dúvidas sobre o craquelê! Vou tentar esse craquelado com cola, que eu ainda não conhecia!

Parabéns pelo Blog, está MARAVILHOSO!!!

Beijos

Denise disse...

Agora prometo craquelar! Ótima explicação!Bjos

Cida disse...

Adorei as dicas!
Adorei o blog!
PARABÉNS! Boa sorte!

Postar um comentário

^