sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Fotografia

Um meio de não esquecermos o passado, de lembrarmos momentos felizes, recordar pessoas que não vemos há muito tempo, pessoas que nunca mais veremos, marcar um momento, um encontro, uma fase...
A fotografia nos faz ver as coisas pelos olhos de quem a tirou.
Não sei o que seria da minha vida sem os meus álbuns de fotografia! Não gosto de fotos no computador, é tão frio, tão distante... gosto de poder tocar, ir e voltar quantas vezes necessário até matar a saudade. Por falar nisso, tem tempo que não revelo minhas fotos. Tenho muitas fotos no pc, preciso reunir tudo, selecionar as que serão reveladas e isso leva um tempinho...
Desde pequena sou apaixonada por fotos. Quando tinha 12 anos sempre pedia a câmera da minha mãe emprestada, adorava ter uma máquina fotografica em minhas mãos, tirava foto de tudo, adorava aquelas fotos tiradas na surpresa onde a outra pessoas não esperava e eu acabava captando alguma cena engraçada ou curiosa... Depois fui aprendendo a selecionar mais o que seria fotografado, afinal, um filme tinha apenas 36 poses e a revelação era cara(rs). Com 16 anos já tinha minha própria câmera, só me falha a memória agora se eu mesma comprei ou se ganhei dos meus pais... Sinceramente não me lembro! Nossa, e nem estou tão velha assim para esquecer as coisas... Mas se eu me lembrar volto para contar!
Tenho foto de todas as minhas idades... estranho quando alguém me diz que não tem foto da infância ou adolescência, isso para mim se tornou uma coisa tão natural e tão essencial que não sei fazer um passeio sem levar comigo minha câmera! Que hoje é a do meu celular. Precisava de uma câmera e de um celular. Meu marido resolveu meu problema e me deu os 2 em 1.
As fotos que posto aqui são todas tiradas por mim... Nunca fiz cursos, mas acho que para sentir a essência das coisas não é preciso curso, apenas sensibilidade, portando minhas fotos não são profissionais... apenas amadoras, nos dois sentidos da palavra.
Enquanto escrevo esse post escuto "Fotografia" de Leoni. Quem não conhece, procure pelo YouTube, é simplesmente linda.


"E quando o dia não passar de um retrato
Colorindo de saudade o meu quarto
Só aí vou ter certeza de fato
Que eu fui feliz

O que vai ficar na fotografia
São os laços invisíveis que havia"

3 comentários

Ci Nara disse...

Amiga, tb sempre amei fotografia. Estou sem máquina, e meu celulae é uma anta, quase movido a lenha. Mas estou sempre com ele, todos os dias, esperando as melhores caras, caretas e poses das crianças pra dar um click!Pena as imagens não ficarem tão boas, isso me desanima um pouco. Mas ainda assim, sou apaixonada por fotos.
Beijos

Aline Vachelli disse...

Espero que você realize logo seu sonho de consumo, a câmera!!! Lembro que você tinha me falado. =)
Bjokss

Gabi disse...

Estou aqui lendo seus posts desde o começo, me identifiquei tanto contigo que deu vontade de começar do começo, adoro ler suas histórias, sinto-me leve, enfim, adorei-te (se essa palavra existe rsrs) de graça, e acabo amando quem adoro de graça...
Agora vou ter quer ler tudo, virou vício, e este post mostra mais uma identificação, o amor por fotografia, desde criança, idem ao meu, eu tinha uma máquina e fazia fotos completamente amadoras em festinhas infantis, tinha uns 13 anos, e assim fazia o que gostava e de quebra ganhava um dindim, hoje acho graça, nas pessoas que resolviam entrar no meu sonho de criança e me pagavam para retratar seus momentos de alegria...
Por sinal, qual o seu signo Aline?
Eu não conhecia a música, suave e maravilhosa, essa também é uma paixão...adorei...
Um abraço querida, fique com Deus...

Postar um comentário

^